Com a pressa de ter tudo tratado atempadamente, desde que comprámos a viagem em Janeiro, que começamos a contactar o centro de saúde Arnaldo Sampaio nos Marrazes, onde na nossa zona são dadas as consultas do viajante.

Após 20 chamadas interruptas, conseguimos que nos atendessem. Acharam que éramos loucos, porque áquela data ainda só tinham agenda até Março.

Aguardamos, que remédio…

Após alguns meses, assim à primeira tentativa conseguimos marcar para 1 de Agosto.

A um mês da partida começámos a levar injecções à bruta. E coincidentemente, no dia em que a Marta tinha agendado, à última hora sacar dois sisos inclusos. 4 – 9, ganha a Marta em número de injecções recebidas num dia.

Levámos Tifóide, Hepatite A, Encefalite Japonesa e Raiva. Estas duas últimas, com dose a repetir uns dias depois e um ano após, para imunidade “total” das doenças associadas.

Saímos de lá assustados, com uma receita de 4 páginas cada um, muita informação para assimilar, e com a carteira bem mais leve.

Planeamos tudo para um ano e encaramos isto como um investimento. Sentimos-nos mais seguros e aconselhamos todos os que pensem fazer uma viagem de dias ou meses a passar por uma consulta deste género.

Há problemas que podem ser evitados, e o valor da consulta no meio disto são uns míseros 4.5€.

A Doutora é uma fixe mas muito alarmista. Inicialmente, fala com o grupo daquele dia, e depois faz uma consulta privada a cada um (neste caso aos dois), para definir as melhores opções e que medicamentos são indispensáveis no nosso possível roteiro.

Nós acabámos por trazer um saco cheio cada um, onde metade é vibramicina para a malária, outra metade os típicos imodium, Ben-u-ron e uns quantos antibióticos para os mais diversos fins. Trazemos a receita connosco não vá alguém pensar que fazemos contrabando.

No fundo, gostaríamos de não tomar nenhum e passear apenas estes monos indispensáveis nas nossas mochilas.

No total, em vacinação, medicação, pomadas e repelentes gastámos, nada mais nada menos, que 874,07€, pelos dois.

Protegidos, emh?!

Com amor,

Marta & Bag

Ao som de Nina Simone – Feeling Good

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *